Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
Paulistana, licenciada em Artes Visuais, professora titular de Artes da rede pública de ensino do Estado de SP. De maneira autônoma e em parceria com coletivos de arte, cultura e cidadania pesquisa/desenvolve as linguagens artísticas: desenho, quadrinhos, produção de vídeo experimental e de música experimental. Desenvolve os projetos educacionais: "Arte Moderna e Contemporanea" e "Cultura AfroIndigena nas Escolas". Cria/participa de Fanzines de ilustração e de poemas ilustrados em parceria com escritores e educadores independentes. Participa desde 2012 de exposições de Desenho, de Quadrinhos e de Fanzines. Formou-se também na área de construção civil e teve experiência profissional como Técnica em Edificações, Tecnóloga em Construção de Edifícios e Desenhista Projetista/Arquitetura.

Exibição do Cineclube Cidadãos Artistas: Samba Lenço e Verequete na Casa da Lagartixa Preta, Santo André - SP

Homenageando e relembrando a consciência negra no mês de novembro de 2009 o Cineclube Cidadãos Artistas irá realizar dia 27, a partir das 21h30 a “Sexta Cineclubista” na Casa da Lagartixa Preta Malagueña Salerosa, em Santo André com exibição dos documentários:

SAMBA LENÇO – A MEMÓRIA ESTÁ NO CORPO




(São Paulo, 2009, vídeo, 20’, cor, exibição em DVD)

Direção: Ana Paula Quintino


Sinopse:

Diogo é integrante de uma família que preserva a memória da cultura africana por meio do toque, canto e dança do samba de lenço. O Samba Lenço é conhecido por seu samba tradicional e rural. Desde a década de 1970, a formação é passada de geração para geração. Hoje, conta com sambistas de todas as idades.

Uma apresentação do grupo Samba Lenço, de Mauá realizado realizado em 15/03/2009 no antigo Mercado da Vila de Paranapiacaba mostrada no documentário teve apoio técnico dos fundadores do Cineclube Cidadãos Artistas de Ribeirão Pires, Carlos Rogerio Amorim e Fabiana Menassi.


CHAMA VEREQUETE




A Obra faz parte do Projeto Cultura Pará 2006 "Verequete: o rei dos tambores" que inclui além do DVD, o CD com o título "Verequete é o rei" , e o livro "Verequete: o som dos tambores".

Créditos: Roteiro e direção de Luiz Arnaldo Campos e Rogério Pereira; fotografia Marcelo Brasil; som direto Nicholas Hallet; montagem Paulo Leite; direção de arte Armando Queiroz; figurino Ronaldo Fayal; produção executiva Márcia Macedo.

Resumo: Chama Verequete é um documentário poético sobre o Vodun da música paraense, Mestre Verequete, que foi buscar seu nome artistíco no fundo dos terreiros do Tambor de Mina, um dos locais onde se materializa o sincretismo afro-caboclo-indígena, matriz da cultura amazônica. Chama Verequete é um filme conduzido pelas histórias e canções do Mestre, intercalado por intervenções ficcionais que documentam a luta do carimbó contra o preconceito e a discriminação, até a sua vitória final, com o reconhecimento público de sua condição de ritmo raiz do Pará. Chama Verequete é fruto do Prêmio Estímulo concedido pela Prefeitura Municipal de Belém em 1999. Foi finalizado no ano de 2000 e desde então corre pelas telas brasileiras anunciando a força dos tambores amazônicos.
Prêmio de Melhor Música no Festival de Gramado, Melhor Fotografia no Festival de Documentários de Santa Catarina, Melhor Fotografia de Curta Paraense no I Festival de Belém do Cinema Brasileiro, Melhor Curta Paraense no I Festival de Belém do Cinema Brasileiro e Menção Honrosa no Festival de Cinema de Curitiba.

SEXTA CINECLUBISTA dia 27 de novembro de 2009 às 21h30

Casa da Lagartixa Preta Malagueña Salerosa

Rua Alcides de Queiroz, 161 - Bairro Casa Branca - Santo André, SP

Atividade Gratuita

Esperamos você lá!

Vamos entrar no jogo e cuidar de nós mesmos


Participação e união
de coletivos e comunidades são muito importantes à concretização da autossuficiência (em todos os sentidos: materiais, espirituais, emocionais) e da libertação de um sistema que somente quer aprisionar as pessoas.

Amor Experimental in Sarau dia 15 de novembro de 2009 na Vila de Paranapiacaba, São Paulo - SP

Olá amigos!

O Amor Experimental sempre com o permanente desejo de ampliar e disseminar o "Amor" firmou uma parceria valiosa com o amigo Luiz que movimenta o Espaço Cultural do Porão em Paranapiacaba. E no dia 15 de novembro iremos iniciar a atividade periódica (a cada trimestre) "Amor Experimental in Sarau".

A essência da atividade baseia-se na divulgação da questão da solidariedade, da contracultura e da criação de novas alternativas. O esquema é o pague quando puder, algo de comer e beber sempre, venda de itens culturais, rifas e outros meios para arrecadar alguns fundos (para o espaço, para os organizadores e para os que se movem).

Neste encontro pretendemos reunir uma diversidade de linguagens e interferir artística e culturalmente na Vila Histórica de Paranapiacaba. E pretendemos/desejamos que o evento se torne algo tradicional em Paranapiacaba.

Esperamos que possa comparecer e nos agraciar com sua presença e sua alma artística.

E se desejar disseminar "amor" divulgue esta dica cultural.


"Abraços fraternos"
----------------------------------------------------------

O que?
"Amor Experimental in Sarau"

Onde?
Espaço Cultural do Porão - Rua Fford, 415A - Paranapiacaba, SP


Quando?
Dia 15 de novembro à partir das 15 horas.