Index

portfolio (114) desenho (60) fanzines (56) exposições (46) Vivências pessoais (40) história em quadrinhos (36) Oficinativa (34) Convites (33) dicas - arte educação (27) publicacao (27) Quintal Organico (24) arte educação (23) Ideias para trabalhar na escola (22) thina curtis (19) Poesias (18) Amor Experimental (17) fanzinada (17) AfroEscola (13) Poemas Ilustrados (13) Projeto Cultura Afroindígena (13) Cineclube Cidadãos Artistas (12) criança = CRIAR Arte Moderna e Contemporânea (12) cultura africana (12) Rede ABC - Estância Solidária (11) Mensagens - reflexão (10) Cinema (9) Imagem vale mais que mil palavras (9) Propostas de atividades (9) Feira Gaiola Atmosférica (8) Orquestra Paulista de Gaitas (7) música (7) teatro de sombras (7) Escola (6) arte de rua (5) atividades itinerantes (5) galeria de arte dos alunos (5) vídeos (5) Educomunicação (4) Textos (4) cultura (4) lançamento (4) Bicicleta (3) Imagem vale mais do que mil palavras (3) cultura indigena (3) espetáculo teatral (3) premiação (3) produção de vídeos (3) quotidianos (3) videos (3) Passeios (2) ULA - Universidade Livre das Artes (2) agroecologia (2) animação (2) arte postal (2) cidadaos artistas (2) contação de histórias (2) curso (2) documentário (2) gaita (2) hq (2) lançamento de livro (2) literatura (2) meio ambiente (2) parcerias (2) pinturas (2) Bloqueio de Telemarketing (1) Dicionário de língua portuguesa (1) Fanzines portfolio (1) Fórum Social ABC (1) Núcleo ABC de Folclore (1) Reclamação (1) Sustentabilidade (1) Turismo de Intercâmbio Ecológico (1) campanha (1) estúdio (1) folclore (1) graffiti (1) intervenções (1) manifeste (1) retrato artístico (1)
Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
Paulistana, licenciada em Artes Visuais, professora titular de Artes da rede pública de ensino do Estado de SP. De maneira autônoma e em parceria com coletivos de arte, cultura e cidadania pesquisa/desenvolve as linguagens artísticas: desenho, quadrinhos, produção de vídeo experimental e de música experimental. Desenvolve os projetos educacionais: "Arte Moderna e Contemporanea" e "Cultura AfroIndigena nas Escolas". Cria/participa de Fanzines de ilustração e de poemas ilustrados em parceria com escritores e educadores independentes. Participa desde 2012 de exposições de Desenho, de Quadrinhos e de Fanzines. Formou-se também na área de construção civil e teve experiência profissional como Técnica em Edificações, Tecnóloga em Construção de Edifícios e Desenhista Projetista/Arquitetura.

História em quadrinhos conta piada

Uma proposta que pedi recentemente aos alunos das sétimas séries consiste em contar uma piada utilizando a linguagem das histórias em quadrinhos.

A história em quadrinhos do Gabriel - sétima B - é o resultado de um dos trabalhos criativos dos alunos. Podemos destacar no desenho o formato e a expressividade do seu traçado.
As diferenças de linhas - densas, finas, espessas, rápidas, lentas - e formas - retas, curvas - são algumas das possibilidades utilizadas para representar mensagens através das linguagens artísticas visuais. A maneira como são utilizados os elementos de um desenho é importante e faz toda a diferença para o resultado da produção do artista cuja intenção é provocar emoções aos apreciadores de suas obras.


É Fogo!

Um maluco telefona pro corpo de bombeiros, informando que está pegando fogo no hospício. Menos de dez minutos depois, olha as viaturas chegando ao local. Os bombeiros saltam do carro e o comandante pergunta:
- Onde é o fogo?
E o louco:
-Vocês vieram tão depressa que eu ainda não acendi!



Fonte: Anedotas do Pasquim, Livro de Ziraldo


OS LOUCOS É QUE VÃO PARA O CÉU

Desde que eu era garoto
me diziam pra eu ser bom cristão:
Não cometa pecados e não seja maluco não,
porque se sua alma for pura ela vai se salvar
na hora que o mundo estourar.

Mas eu conheci um cara biruta,
ele era lelé da cuca.
Vivia uma vida simples
e não se preocupava com grana.

Os loucos não não invejam os outros,
os loucos não tem dinheiro no bolso,
os loucos não carregam maldade.
Os loucos, ah! eles vão pro céu.

Por que a gente quer ficar são
se as mentes mais confusas são as mais puras de coração?
Todo mundo devia perder a razão,
tirar o sapato e botar o pé no chão.

Seja louco, nem que seja um pouco!
Não queira entender o mundo,
ele te transforma em vagabundo.
É por isso que sou doido assim,
eu também quero o céu pra mim.

Autoria: Raphael Trindade dos Santos

Curso de desenho básico



O desenho uma forma de representação gráfica, é base de qualquer trabalho visual; permite interpretar o real, o visual, emocional, intelectual; desenvolve a expressão, a sensibilidade e a intuição. Seu aprendizado requer o estudo dos elementos da linguagem visual, o desenvolvimento da percepção e principalmente, da observação da realidade.
Através de algumas das dicas de desenho mais utilizadas por desenhistas profissionais a oficina objetiva desenvolver o aprendizado da linguagem, a capacidade de interpretar graficamente os objetos, as figuras, o mundo, etc, e incentivar os participantes a se expressar com liberdade e com seu estilo particular.
Dias 21 e 28 de agosto de 2008 ministrei na ARCA (associação de cidadãos artistas de Ribeirão Pires/SP) uma oficina de desenho básico. Foi um sucesso, muitas pessoas curtiram a atividade e descobriram a facilidade/felicidade de desenhar com seu próprio estilo.
Se desejar levar esta oficina para sua escola, comunidade, ou ainda, para grupos, com mínimo de 10 pessoas, entre em contato via e-mail. Encaminho orçamento detalhado sem compromisso.